18 de maio de 2017

Dica de viagem: Santiago, Chile

Meta de 2017: sempre que eu fizer uma viagem, montar um textinho com fotos e postar aqui no blog! Vale muito a pena juntar as lembranças de uma viagem, por vários motivos... Para compartilhar dicas, mandar para os amigos que estão indo para o mesmo lugar e sempre pedem aquele listinha (né Giu? ;) ) ou simplesmente como um diário virtual, para consultar sempre que bater aquela saudade! Hoje vou resgatar as diquinha de Santiago!

Fiquei poucos dias na cidade, mas deu pra conhecer alguns restaurantes legais, o que eu mais gostei foi o Astrid & Gastón, filial chilena do restaurante mais conhecido de Lima (Perú) do chef Gastón Acurio. Cozinha peruana contemporânea com influencias da gastronomia francesa! Pratos deliciosos e apresentação impecável. O ambiente é tradicional e o atendimento super atencioso. Faça reserva antes de ir!


Outro que eu gostei muito foi o Mestizo, uma proposta completamente diferente do Astrid & Gastón, por ser mais descolado, jovem, com iluminação baixa e arquitetura moderna. O restaurante é conhecido por todos como " o mais bonito da cidade". Ele fica dentro do Parque Bicentenário, no bairro Vitacura e é realmente lindo! São pratos tradicionais da cozinha chilena, em versões contemporâneas, com influencia da cozinha mediterrânea. Peça um Pisco antes do jantar! Imperdível! Também aconselho fazer reserva antes.
Vistiamos 2 vinicolas na região, a primeira foi a Cousino Macul, que fica bem pertinho da cidade mesmo. Fizemos um tour e uma degustação bem rapidinha, de pé mesmo, antes de finalizar o passeio. Gostamos, aprendemos algumas coisas sobre vinho, mas não foi nada de especial.
A outra que conhecemos, foi a Emiliana. Mais afastada da cidade, precisa tirar meio dia para ir (deve demorar cerca de uma hora para chegar), mas vale muito a pena! É uma vinícola orgânica e sustentável. O passeio é muito bonito, você aprende muito sobre o cultivo sustentável e orgânico, sem agrotóxicos ou aditivos quimícos, prezando o reuso de materiais etc... A degustação é numa mesa super bonita, com uma explicação mais detalhada e atenciosa. Além disso, os vinhos são muito bons!! Desde que conhecemos a Emiliana, consumimos os vinhos deles aqui no Brasil. Viramos fãs mesmo! :) 
Esse são os vinhos que gostamos mais, pra quem se interessar em comprar no Brasil. Estão á venda nos principais supermercados. 





9 de abril de 2017

Cabo San Lucas: O Arco e Centrinho da Cidade

Biquini: Triangl Swimwear
Pareo: Sofia By Vix
Em Cabo San Lucas fomos conhecer o Arco e a praia dos Amores e passamos algumas horas no centrinho da cidade! Como estávamos em 7 pessoas e um bebê, resolvemos alugar um barco particular para ir até o Arco e conhecer as praias. Mas existem diversas opções, como taxi boats, botes para grupos etc. Todos os hotéis podem informar as opções com facilidade! 
No centrinho eu finalmente comprei a minha caveira mexicana, tomamos alguns drinks no happy hour e claro, não poderíamos deixar de provar a torre de nachos, guacamole com chips e várias "salsas"! Tudo uma delícia, mas cuidado com a pimenta!! 








Los Cabos: Dica de Hotel e Centro da Cidade

Top: American Apparel
Saia: Gypset 
Fui conhecer Los Cabos, no México e vou dividir um pouco da minha experiência em dois posts. Esse primeiro focando no hotel e arredores. Los Cabos fica na costa oeste do México, bem ao norte, pertinho dos Estados Unidos. Deve ser por isso que tem tantos turistas americanos lá. A maioria dos mexicanos da região estão muito acostumados com uma grande quantidade de turistas o ano todo, falam inglês quase e são muito cordiais e atenciosos, tornando o serviço maravilhoso!
Maio: Aila Blue
Na minha opinião, essa é uma viagem para descansar e relaxar, por isso recomendo escolher um hotel com uma boa estrutura pois é lá que você vai passar a maior parte do tempo. 
Biquini: Sofia By Vix
Bolsa: Gypset
O Hotel que ficamos foi o Hyatt Ziva e não poderia ter sido melhor. Ele é All Inclusive (como a maioria dos hotéis da região) tem várias piscinas maravilhosas, bares e muitas opções de restaurantes a la carte. 
O Hotel é pé na areia, com muitas espreguiçadeiras, redes e cabanas na praia. 
O hotel á noite é maravilhoso. Eles acendem várias fogueiras, sempre tem música ou algum evento acontecendo!
O centrinho de Los Cabos é bem perto do "centro hoteleiro", onde estão a maioria dos hotéis, no máximo 5 minutos de carro ou ônibus. Nós pegamos o ônibus local para ir até lá, o que custou menos de U$ 1,00 (dólar) por pessoa e acho muito mais gostoso, porque faz parte da experiência de conhecer o local de verdade! Mas pra quem preferir o taxi, custa cerca de U$ 7,00.
O centrinho é muito pequeno, com poucas opções de lojas e alguns bares e restaurantes. A região vende bastante itens em prata, artesanatos em couro como bolsas e carteiras e as famosas caveiras mexicanas em barro e pintadas a mão. Foi pra comprar essa caveira que eu fui ao centro, mas as lojas de lá são bem mais caras do que no centro de Cabo San Lucas, então demos um giro por lá e decidimos esperar ir até o centro maior para fazer as comprinhas! Cabo San Lucas, fica a uns 25 minutos em direção ao sul de Los Cabos. Os taxis costumam cobrar U$40 (dólares) para ir de Los Cabos a Cabo San Lucas. 
No próximo post vou contar um pouco mais sobre Cabo San Lucas e o passeio para conhecer o famoso Arco de San Lucas! Clica aqui
Related Posts with Thumbnails